Quinta-feira, Maio 26
Shadow

Quarta-Feira de Cinzas é celebrada solenemente na SÉ Catedral de Sobral por Dom Vasconcelos

A Quarta-Feira de Cinzas é um momento importante, pois introduz o cristão católico no mistério quaresmal. O momento da imposição das cinzas serve de lembrete para nós: “Lembra-te que do pó viestes e ao pó, hás de retornar.” A cinza quer demonstrar justamente isso; viemos do pó, viemos da cinza e voltaremos para lá, mas, precisamos estar com os nossos corações preparados, com a nossa alma preparada para Deus que leva-nos a visualizar a Quaresma, exatamente para que busquemos a conversão, busquemos o Senhor.

Em celebração solene, presidida por Dom Vasconcelos, a SÉ Catedral de Nossa Senhora da Conceição em Sobral celebrou a segunda missa do dia com a igreja repleta de fiéis. Concelebraram com o Senhor Bispo os Padres: Pe. Denilson de Sousa, Reitor do Seminário de Filosofia São João Paulo II; Pe. Livandro, Comunidade Shalom e Pe. João Paulo, Pároco da Paróquia da Sé. Os seminaristas do seminário de filosofia de nossa Diocese também marcaram presença. As pessoas também puderam acompanhar virtualmente através das redes sociais da Catedral da SÉ e Diocese de Sobral.

Quarenta dias é um tempo determinado por Deus. Na homilia, Dom Vasconcelos falou sobre a quaresma nos tempos passados. “No tempo de Noé aconteceu um dilúvio que durou quarenta dias, onde serviu para limpar a terra que estava impura e salvar a humanidade. A profecia de  Jonas que foi enviado a Nínive, e o Senhor estabeleceu quarenta dias para que os ninivitas se convertessem. O profeta Elias fez a sua quaresma, quarenta dias de oração para enfrentar os profetas de Baal. Também lembrou dos quarenta anos que os hebreus passaram no deserto quando saíram do Egito. Mas, porque quarenta anos? O problema não foi a distância, aquele povo precisava fazer a experiência no deserto, mudar de mentalidade, pois estavam contaminados com uma mentalidade pagã e Deus quis educar aquele povo, quis que sofressem a fome e a sede e sentissem a necessidade de Deus, então ele enviou do céu o maná do deserto. Também Jesus antes de enfrentar o demônio e as tentações fez a sua quaresma, retirou-se para o deserto para fazer os quarenta dias de jejum. A Quaresma é o que a bíblia chama de Kairós, tempo oportuno, tempo de graça, tempo de salvação. A Oração significa diálogo com Deus, e se Deus é o amor da nossa vida nós precisamos falar com ele, ouvir Deus e nos deixar modelar por sua palavra. A caridade é sinônimo de compaixão, generosidade, partilha e solidariedade.” Disse o Senhor Bispo.

Os fiéis ajoelharam-se por um momento após a benção das cinzas, cantaram e rezaram a oração de São Francisco de Assis pela paz na Ucrânia e o fim da guerra. Em seguida, formaram filas para a imposição das cinzas. O Pároco da Catedral, Pe. João Paulo agradeceu a presença de Dom Vasconcelos e dos demais sacerdotes, assim como dos fiéis durante as celebrações na matriz e capelas.

Por: Thais Helena – Redação Jornal Correio da Semana (Diocese de Sobral)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *