Quarta-feira, Maio 25
Shadow

Pesquisa revela papel da Pastoral da Pessoa Idosa para amenizar impactos da pandemia

Pesquisa revela papel da Pastoral da Pessoa Idosa para amenizar impactos da pandemia

Resultados preliminares de uma pesquisa do Núcleo de Estudo e Pesquisa do Envelhecimento (Nepe) da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), realizada em conjunto com a Stafford University, do Reino Unido, revelaram redução material na gravidade da pandemia da Covid-19 entre pessoas idosas por meio do trabalho da Pastoral da Pessoa Idosa.

Ainvestigação entrevistou cerca de 4 mil pessoas voluntárias, a maioria mulheres na faixa de 56 anos, motivadas a promover melhor qualidade de vida de pessoas idosas. Foi identificado o apoio social aos idosos e avaliados os impactos das ações realizadas durante a pandemia da Covid-19.

De acordo com o Portal do Envelhecimento, a pandemia tornou visíveis situações vivenciadas pelos idosos no Brasil como abandono, exclusão social, políticas sociais sem cobertura e abrangência para atender as demandas deste grupo etário que cresce de modo acelerado, preconceito etário e outros sofrimentos emocionais. O impacto social e econômico da Covid-19 é atualmente incalculável, mas prevê-se que seja severo. A Pastoral da Pessoa Idosa Nacional (PPI) conhece essas questões de perto pois acompanha idosos em situação de vulnerabilidade social e com fragilidades.

Mesmo com a suspensão das visitas domiciliares, por conta do novo coronavírus, a Pastoral da Pessoa Idosa buscou ajudar de outra forma os idosos acompanhados. Os esforços ficaram concentrados para fornecer apoio material e imaterial e o acompanhamento à distância por telefonemas, por exemplo. Também surgiram iniciativas como confecção de máscaras, arrecadação de alimentos e de outros donativos com o propósito de tornar melhor a vida das pessoas idosas acompanhadas pela PPI em todo território brasileiro, especialmente aquelas que residem em lugares distantes dos centros urbanos, nas periferias de grandes cidades onde o acesso é limitado aos serviços sociais e de saúde.

A Pastoral da Pessoa Idosa, em conjunto com a CNBB e a Pascom do Brasil, descreveu 10 itens que podem ajudar no cuidado com os idosos neste momento de pandemia do coronavírus. Também promoveu a campanha “LIGUE PARA UMA PESSOA IDOSA HOJE”, a qual incentiva os líderes da Pastoral da Pessoa Idosa a fazerem uma ligação por dia para uma pessoa idosa. “Mesmo longe, um simples telefonema pode acalmar a pessoa idosa, permitindo que ela sinta o seu carinho e afeto”.

A pesquisa

Um questionário de 21 itens foi desenvolvido de forma colaborativa pelos pesquisadores do Nepe e contou com a colaboração da Coordenação Nacional da PPI e equipe de profissionais como a especialista Regina Riba, responsável pelo espaço educativo on-line “ Viver Mais”. Sob a coordenação da pesquisadora Áurea Barroso, os questionários foram aplicados durante 7 dias (de 11 a 18 de maio de 2020) por meio telefônico e respondidos por Agentes Pastorais (Líderes). Foram 3.888 questionários.

Alguns desses resultados preliminares estão no vídeo a seguir, realizado voluntariamente por Paty Yoshioka, na época aluna do curso Fragilidades na Velhice: Gerontologia Social e Atendimento, compartilhando assim os resultados preliminares com os agentes pastorais.

No momento o grupo de pesquisadores do Nepe está analisando o material coletado, e, em breve, iniciará entrevistas para desvendar questões contempladas no instrumento aplicado e que merecem ser aprofundadas.

Parceria

A pesquisa está sendo realizada em parceria com o Professor Peter Kevern, da Values in Health and Social Care, da School of Health and Social Care, Staffordshire University (United Kingdom), com o objetivo de investigar, em tempos de pandemia, a solidariedade em ações voltadas para as pessoas idosas através de serviços voluntários católicos e assim amenizar o impacto da Covid-19.

Com informações do Portal do Envelhecimento e Longeviver

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *