Quarta-feira, Maio 25
Shadow

Em Sobral, católicos participam de Celebrações da Semana Santa

Thais Helena (Redação Correio da Semana)Durante a semana maior que simboliza o mistério da paixão, morte e ressurreição de Jesus Cristo os católicos sobralenses participaram das celebrações da SÉ Catedral de Nossa Senhora da Conceição com muita fé e piedade. Todas as celebrações foram presididas por Dom José Luiz Gomes de Vasconcelos, Bispo Diocesano de Sobral e concelebrada pelo Pároco da Catedral, Pe. João Paulo e outros sacerdotes.

A Semana Santa, que é a celebração anual do Mistério Pascal de Cristo, também celebrado em cada domingo, é o núcleo central do Ano Litúrgico. Neste ano os católicos foram convidados mais uma vez a celebrá-lo com todo zelo expressando a dignidade e a beleza mistagógica deste tempo sagrado, desta vez presencialmente em todas as celebrações. O Tríduo Pascal iniciou na Quinta-Feira Santa com a Santa Missa Vespertina da Ceia do Senhor e o rito do Lava Pés. Em comunhão com a Campanha da Fraternidade deste ano que tem como tema: “Fraternidade e Educação”, e lema: “Fala com sabedoria e ensina com amor” (Pr 31, 26), doze representantes das escolas públicas e privadas de Sobral representaram os apóstolos participando do rito do lava pés onde após a homilia Dom Vasconcelos simbolizando o ato de humildade de Jesus na noite da última ceia, realizou o rito. Após a missa houve a Adoração ao Santíssimo Sacramento no Horto até às 00h00.

Na sexta-feira da paixão durante todo o dia os fiéis continuaram adorando Jesus Sacramentado no Horto e às 15h houve a Celebração da Paixão e Morte de Jesus Cristo com adoração da Cruz. Neste ano, o Senhor Bispo trouxe a relíquia com uma parte original da Santa Cruz de Cristo, e após a celebração houve a Procissão com a imagem do Senhor Morto por algumas ruas do centro e reuniu uma multidão de fiéis.

Dando continuidade a programação, no Sábado Santo houve a Vigília Pascal, onde a igreja permanece junto do sepulcro do Senhor, meditando na sua Paixão e Morte. Abstém-se do sacrifício da Missa (a mesa sagrada continua despida) até ao momento em que, depois da solene Vigília ou expectativa noturna da ressurreição, se dará lugar à alegria pascal, que na sua plenitude se prolonga por cinquenta dias. A Vigília é composta por quatro momentos importantes: Liturgia do Fogo, Liturgia da Palavra, Liturgia Batismal e Liturgia Eucarística. Após a Liturgia do Fogo, que foi realizada na Praça da Sé todos adentraram a Catedral com suas velas acesas e participaram dos outros momentos. Através de uma criança, foi anunciada a Ressurreição de Jesus após as leituras e todos os sinos tocaram, inclusive o da Catedral. Houve a primeira comunhão do jovem chamado Ítalo Levi, pertencente à Comunidade Shalom e toda a assembleia renovou as promessas batismais diante do seu Pastor Diocesano e sacerdotes presentes. Ao final da celebração todos saíram em procissão para o patamar da Igreja cantando e louvando ao Senhor que Ressuscitou.

Na manhã do domingo de páscoa, após a missa de 5h os fiéis saíram em procissão com o Cristo Ressuscitado acompanhado do Pároco Pe. João Paulo; Vigário Paroquial, Pe. Uli Endres e o Capelão da Igreja do Menino Deus, Pe. Eufrázio. Animou a procissão a Banda de Música de Sobral Maestro José Pedro e missionários da Comunidade Shalom.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *