Segunda-feira, Maio 27
Shadow

Ato da Paixão do Senhor e Procissão do Senhor morto marcam Sexta-feira santa em Sobral

Na tarde desta sexta-feira, 07, o bispo diocesano, Dom Vasconcelos, esteve presente nos ritos da Sexta-feira Santa, na SÉ Catedral de Sobral. Em profundo silêncio e clima de contrição, os fiéis católicos lotaram a igreja para acompanhar os diversos ritos do ato da paixão de Jesus.

Excepcionalmente, por causa da celebração da Paixão, neste dia não há missa. A liturgia se centra na Palavra de Deus, a qual recorda o mistério do final da vida de Jesus e o sentido que ele deu à própria existência até a cruz. A esta associamos outras cruzes e outros crucificados da história, até nosso tempo presente. Refletimos também sobre nossa cruz e crucifixão. Os ritos deste dia nos remetem ao silêncio do abandono de Jesus, ao que ele passou e à sua confiança na ação de Deus. Contemplamos o mistério da cruz para sermos testemunhas de que a morte não vence o amor de Deus pela humanidade. As leituras explicitam esse mistério paradoxal da fé cristã.

No ato, a liturgia foi dividida em três momentos: as leituras que falam sobre a paixão e morte de Jesus, adoração da santa cruz e comunhão. A homilia foi proferida pelo cura da Catedral, Pe. João Paulo, que iniciou perguntando aos sacerdotes presentes e a assembleia se de fato são verdadeiros discípulos de Jesus. Assim como perguntaram a Pedro e ele o renegou três vezes, porém, todos responderam com convicção que sim. Perguntou ainda quantas vezes em nosso dia a dia renegamos a nossa fé, deixando Jesus de lado. Foi uma homilia profunda e tocante que prendeu a atenção de todos.

Os sacerdotes despojaram-se para a Adoração da Santa Cruz. Seminaristas, coroinhas, ministros da eucaristia e Irmandade do Santíssimo Sacramento beijaram a cruz representando todo o povo. Recentemente o bispo diocesano ganhou a relíquia do lenho da cruz de Jesus e neste ano a introduziu na Capela do Bom Jesus dos Passos para a adoração dos fiéis perpetuamente.

A celebração finalizou com a comunhão eucarística. Em seguida, milhares de pessoas participaram da tradicional procissão com o Senhor Morto pelas principais ruas da cidade.

 

Thais Helena
Redação Jornal Correio da Semana

Marcildo Brito
Repórter Fotográfico – Jornal Correio da Semana

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *