Domingo, Maio 26
Shadow

Irmandade do Santíssimo Sacramento de Sobral acolhe novos membros

A Irmandade do Santíssimo Sacramento de Sobral acolheu neste domingo (09/10) oito membros durante a Santa Missa na Catedral da Sé.

No mês de setembro esta confraria celebrou 270 anos de fundação. De acordo com os escritos do primeiro bispo de Sobral: “Esta irmandade sempre esteve consciente de conservar sua reputação, caso ela só admitia homens honestos, dignos e de boa linhagem”. Este comentário de Dom José Tupinambá da Frota, vigário e bispo da cidade por 51 anos, ele mesmo, membro da confraria desde 1908, indica a importância atribuída aos critérios de filiação para a manutenção do prestígio da Irmandade do Santíssimo.

O rito de investidura da ‘opa vermelha’ dos novos irmãos foi durante a Santa Missa do 28º Domingo do Tempo Comum, presidida por Dom Vasconcelos, bispo diocesano e concelebrada por Pe. João Paulo, pároco da Paróquia da Sé. Os novos membros admitidos foram: Antônio Claudeni Sousa Mesquita, Antônio Manoel Vasconcelos de Araújo, Camilo Mendes Souza Júnior, Flávio Andrade Aragão, José Rogério da Costa, Marconi Pontes Montezulma, Paulo Roberto de Sousa e Richardson Dias de Albuquerque. Durante o rito os novos membros realizaram suas promessas temporárias perante o bispo diocesano, em seguida as opas foram abençoadas e os padrinhos fizeram a investidura.

Em sua homilia, Dom Vasconcelos pediu aos fiéis que saíssem da celebração meditando sobre a obediência a Deus. “O Senhor espera de nós a nossa conversão, porém, ás vezes não aceitamos a vontade de Deus, mas queremos que ele faça a nossa vontade. Quer vivamos, quer morramos, nós pertencemos ao senhor. Irmãos e Irmãs, precisamos sair daqui hoje nos perguntando: “Qual é a lepra que me atinge? Qual é o pecado que me contamina, me corrói e me afasta de Deus e dos irmãos? Muitas vezes queremos ser melhor que os outros, e isso é um pecado que nos afasta dos nossos irmãos. Guardemos na mente e no coração essas perguntas. Em que eu preciso obedecer a Deus?”.

Pe. João Paulo agradeceu a todos os irmãos do santíssimo sacramento pelo trabalho que exercem há 270 anos na paróquia, sobretudo na Diocese de Sobral e mais ainda pelo sim de cada novo membro.

Por Thais Helena – Redação Correio da Semana
Fotos: Marcildo Brito

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *