Terça-feira, Junho 18
Shadow

Dom Vasconcelos ordena 19 diáconos permanentes para a Diocese de Sobral

A igreja particular de Sobral vivenciou na noite desta terça-feira, 26 de dezembro, um momento histórico. Nos anais da história da centenária diocese foi escrito um capítulo importante, a ordenação diaconal de 19 diáconos permanentes na Sé Catedral de Nossa Senhora da Conceição.

          

Este diaconato permanente é um enriquecimento importante para a missão da Igreja. Desde o Concílio Vaticano II, a Igreja latina restabeleceu o diaconato como um grau particular dentro da hierarquia, enquanto as Igrejas do Oriente sempre o mantiveram assim. Dessa forma, os homens casados que se dedicam a ajudar a Igreja por meio da vida litúrgica, pastoral ou nas obras sociais e caritativas podem se fortalecer recebendo a ordem do diaconato, unindo-se mais intimamente ao altar, para cumprir seu ministério com maior eficácia, por meio da graça sacramental do diaconato.

A primeira turma de diáconos permanentes foi ordenada com a imposição das mãos e oração consecratória de Dom José Luiz Gomes de Vasconcelos, 7º bispo diocesano de Sobral. Os candidatos pertencem a quinze paróquias das quatro regiões episcopais. Cerca de 60 padres, diáconos, seminaristas, religiosas e caravanas oriundas de diversas paróquias participaram da celebração. Neste dia 26 de dezembro, a igreja católica celebra o dia do mártir Santo Estevão, que foi o primeiro dos sete indicados ao diaconato. A escola diaconal Santo Estevão foi coordenada por Pe. Denilson de Sousa e teve como colaboradores e formadores, os padres: Eufrázio Filho, Marcos Uchôa, Emanuel Franklin, Fábio Soares e Gilson.  Antes da homilia, Dom Vasconcelos interrogou o coordenador da escola, Pe. Denilson, sobre a aptidão dos diáconos e em seguida, eles se apresentaram.


19 diáconos permanentes para a Diocese de Sobral

Em sua homilia, Dom Vasconcelos explicou que Estevão não se limitou somente aos serviços caritativos, mas assumiu responsabilidades no plano da pregação e da evangelização. Os diáconos passaram pelo processo formativo por cerca de cinco anos e meio, na qual os candidatos receberam a autorização de suas respectivas esposas, foram apresentados aos seus párocos, rezavam juntos as completas de modo virtual diariamente, fizeram retiro espiritual, passaram por escrutínios dos referidos párocos, conselhos paroquiais de suas paróquias e por fim a consulta do povo de Deus onde residem. Dom Vasconcelos enfatizou que eles nunca estarão preparados, porém a formação é permanente. E em tom de alegria disse: “Agora, temos de modo permanente em nossa diocese os três graus da ordem: diáconos, presbíteros e bispo”, disse.

O bispo relembrou aos párocos e aos novos diáconos que estes homens são casados, pais de família e que sua primeira vocação é o matrimônio, e consequentemente, a vida familiar. “Aconselho-vos a reservar um final de semana por mês só para a família”, findou. Em seguida, o rito de ordenação deu continuidade com a ladainha de todos os santos, onde os candidatos prostraram-se ao chão, como gesto de despojamento e entrega total, enquanto o povo presente rezava e cantava a ladainha de todos os santos, em seguida, houve o propósito manifestado pelos candidatos ao diaconato diante do bispo diocesano e toda a assembleia. Dom Vasconcelos impôs as mãos sobre a cabeça dos dezenove candidatos e realizou a oração consecratória e os diáconos foram revestidos por seus familiares e sacerdotes escolhidos para este momento importante. Por fim, houve a entrega do evangeliário e a saudação.

Dom Vasconcelos em entrevista para a Redevida

A primeira turma de diáconos permanentes é formada agora por vinte homens que deram o seu sim para o serviço do povo e da igreja. O primeiro a ser ordenado foi o Proto-diácono Edmar Filho, em 16 de julho de 2022. Em entrevista, Dom Vasconcelos ressaltou que a segunda turma de diáconos permanentes dependerá do desempenho e fidelidade da primeira, pois muitos homens manifestam o desejo de fazer parte.

 

Thais Helena
Redação Jornal Correio da Semana

2 Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *