Domingo, Maio 26
Shadow

Casa de Missão da Obra Lúmen em Sobral é oficialmente inaugurada por Dom Vasconcelos

A Casa Santa Filomena da Obra Lúmen em Sobral foi oficialmente inaugurada e abençoada por Dom Vasconcelos, Bispo Diocesano de Sobral, na noite do último sábado, dia 30 de abril. O Pastor Diocesano presidiu a Santa Missa, realizou a Bênção e a Entronização da reserva Eucarística.

O Carisma desta obra é anunciar a presença de Jesus encarnado nos mais sofredores e ser a presença do Ressuscitado para ir ao encontro do abandonado. A coordenadora da casa, Iana Melo, manifestou a sua satisfação por estarem em Sobral. “Está sendo incrível viver em Sobral. Todos são muito acolhedores. Somos parte da Diocese, não só por representação, mas principalmente pela unidade dos serviços e evangelização que estamos realizando em comunhão com várias paróquias e pastorais”. Porém, relatou um pouco de dificuldade com relação ao número de membros na Obra.

Diversas entidades, obras sociais, paroquianos de diversas paróquias da Região Sede que se prontificaram a servir e missionários da Obra Lúmen que vieram de Fortaleza estiveram presentes neste dia festivo. Concelebrou a Santa Missa, o Pe. Erivaldo Maria, Reitor em exercício do Santuário São Bento na Fazenda da Esperança de Sobral. Com extrema satisfação Dom Vasconcelos manifestou a sua alegria por receber em sua Diocese a Obra Lúmen e invocou as bênçãos de Deus sob a casa e as pessoas que serão acolhidas e haverão de morar lá. Antes da Liturgia da Palavra houve a Bênção do Ambão. O Evangelho do dia meditado pelo Bispo Diocesano tem um grande significado em sua caminhada sacerdotal, pois a passagem onde Jesus pergunta ao apóstolo Pedro se ele o ama é o lema de sua Ordenação Sacerdotal, e o pedido de Jesus: “Apascenta as minhas ovelhas”, é o lema de seu Episcopado. Não obstante a essa passagem forte, Dom Vasconcelos relatou como conheceu a Obra Lúmen, onde “Lúmen”, quer dizer: Luz. E essa é a luz de Deus. “Meu sobrinho Felipe casou-se, mas não deu certo, e eu como padrinho fiquei preocupado em como educá-lo na fé católica e rezei muito para que ele se decidisse, encontrasse com alguém para ajudá-lo e eu soube que em Caruaru o Felipe encontrou-se com a obra Lúmen e a partir daquele momento ele fez a primeira comunhão, foi crismado por mim em Santana do Acaraú e hoje recebe comunhão diária, e eu tenho a graça de hoje ter a obra Lúmen em minha diocese”. Relatou Dom Vasconcelos.

As preces foram de agradecimentos à Diocese de Sobral pela acolhida e por fazerem com que eles se sintam em casa, pelas necessidades da Diocese, e para que o carisma da obra Lúmen possa ser uma resposta positiva na Diocese, onde a casa possa ser um encontro entre o crucificado e o ressuscitado e sejam saciadas todas as sedes. Em seguida houve a Bênção do Altar e Entronização da reserva Eucarística, onde Dom Vasconcelos ressaltou: “Não será somente a Obra Lúmen, será a casa dos pobres, a casa de Jesus e a partir desse momento ele passará a residir nesta casa em corpo, alma e divindade no Santíssimo Sacramento do altar”. Para finalizar, houve a bênção sob a casa, e em seguida, a coordenadora agradeceu a presença de todos neste dia especial, também as pessoas que ajudam os moradores de rua e a presença de Dom Vasconcelos. Houve uma pequena partilha do testemunho da Raquel, uma jovem acolhida e que hoje está curando-se, que disse: “Onde há o irmão de rua, alí está Cristo”.

Texto: Thais Helena – Redação Correio da Semana
Fotos: Marcildo Brito – Repórter Fotográfico Correio da Semana

 

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *