Segunda-feira, Maio 27
Shadow

Coroação de Nossa Senhora encerra mês mariano na Diocese de Sobral

Com a Solenidade da Visitação de Nossa Senhora no dia 31 de maio, a Diocese de Sobral finalizou o mês mariano com o rito da Coroação de Nossa Senhora no Arco de Nossa Senhora de Fátima, em Sobral.

Inicialmente houve o Santo Terço meditado pelas famílias que fazem parte das novas comunidades, em seguida iniciou a celebração eucarística que foi presidida pelo bispo diocesano de Sobral, Dom José Luiz Gomes de Vasconcelos e concelebrada pelos Padres: Pe. Denilson de Sousa, Pe. Eufrázio Filho, Pe. Edinardo Gomes, Pe. João Paulo , Pe. Livandro, Pe. Uli Endres e Pe. Valdir Braga. Também esteve presente o Prefeito em exercício, Paulo. Assim como, seminaristas, movimentos marianos, terço dos homens, e todo o povo de Deus.

Após dois os devotos e devotas de Nossa Senhora tiveram a alegria de estarem reunidos mais uma vez para homenagear a mãe do céu. “Todos nós cristãos católicos aprendemos desde criança a honrar e venerar Maria”. Disse Dom Vasconcelos. O Bispo Diocesano também relembrou momentos especiais de sua caminhada sacerdotal quando assumiu sua primeira paróquia dedicada a Imaculada Conceição, e alí havia uma tribo indígena que falava português, mas também falava sua própria língua e aqueles índios eram devotos de Nossa Senhora, rezavam durante todo o mês de maio. Continuou: “Eram cerca de três mil índios, nunca encontrei um índio protestante. Os irmãos evangélicos chegavam lá e iam falar mal de Nossa Senhora e os índios diziam: “Aqui não! Você pode falar mal da mãe de quem quiser lá fora, mas aqui você não fala mal da minha mãe, e não é só minha mãe, é mãe de nosso Senhor Jesus Cristo”, portanto, nós não vamos brigar com ninguém por causa de Maria porque ela é mãe de toda a humanidade, nós temos a felicidade de reconhecê-la como mãe mas ela não deixa de ser mãe daqueles que não a reconhecem”.

O momento da Coroação de Nossa Senhora foi realizado após a celebração. Na ocasião, representantes da Comunidade Mãe da Divina Providência adentraram no meio do povo trazendo as bandeiras das nações, e logo após, o grupo do Terço dos Homens fizeram a entronização da imagem de Nossa Senhora.

Texto: Thais Helena – Redação Correio da Semana
Fotos: Marcildo Brito – Repórter Fotográfico Correio da Semana

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *