Segunda-feira, Maio 20
Shadow

6° DOMINGO DA PÁSCOA

Dom Carmo João Rhoden
Bispo Emérito de Taubaté (SP) 

 

Disse Jesus: “Se alguém me ama, guardará minha palavra, e meu Pai o amará; viremos a ele e faremos nele nossa morada” (Jo 14,23). 

1° Jesus prepara os seus para sua despedida, pois, voltará ao Pai. Dele veio, a Ele voltará. Vencedor. Mas não deixará os seus abandonados, pois, enviará, outro Paraclito: o Espirito-Santo. Ele Mesmo-Jesus-voltará de forma não invisível, mas bem real. Os que creem e O amam, tornar-se-ão morada da Trindade. Por isso, devemos cultivar nossa intimidade com a Trindade. Como o fazermos?

Assumindo nossa vocação, nosso batismo.  

2° Jesus ressuscitado, aparecendo ao seus, lhes desejou a paz. Onde, falta está, também, haverá de faltar a Trindade. Então faltará tudo. Como vão nossas comunidades? Há paz? União e comunhão? Queremos então ser abençoados? Cultivemos a Paz, vivendo o amor fraterno, e a solidariedade. 

3° Após a última ceia e a traição de Judas, Jesus insiste mais e mais com a necessidade de amar. Deus é amor (1Jo 4,8.16) e amou-nos, por primeiro (1Jo 4,10.19). Cabe a nós então corresponder. Como? Amando. O sinal de identificação dos cristãos é a vivência do amor e da solidariedade. Quem não ama está doente: espiritualmente. Psicológica, moral e religiosa, quando, não também fisicamente. 

Fonte: Site CNBB

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *